Animais

Agressão Coelho

Pin
Send
Share
Send
Send


Coelhos são criaturas relativamente calmas. Como animais de rapina, é do seu interesse não chamar muita atenção para si mesmos. Dito isto, eles têm uma maneira única de se comunicar, desde dançar até acelerar e dar voltas. Vamos estudar o comportamento de um coelho aqui.

Danças e saltos

Muitas pessoas que não estão familiarizadas com coelhos como animais de estimação podem não saber que os coelhos têm uma maneira muito dramática de expressar emoção e alegria. Eles dançam! Saltando no ar, torcendo e virando seus corpos, e chutando os pés para fora, um espetáculo. É muito divertido, porque eles criam uma ótima exibição acrobática. Argumento que quem pensa que os coelhos estão entediados não viu um coelho dançando.

Começa a velocidade

Quando os coelhos correm pela sala com desfoque, eles estão realizando esse comportamento. Às vezes, suas largadas de velocidade são acompanhadas por acrobacias fantásticas e mostram emoções extremas. Conte com um início rápido sempre que estiver prestes a dar uma chance ao seu coelho.

Um coelho costuma rolar sobre si mesmo em satisfação.

Coelhos mostram lamber afeto (aliciamento). Você verá frequentemente os pares de coelhos que estão se preparando, o que mostra que eles têm um vínculo forte.

Um coelho animado pode cantarolar enquanto circula. Isso significa felicidade ou, quando está perto de outro coelho, também pode significar excitação sexual.

Ronronar / moer dentes

Às vezes, os coelhos mostram seu prazer se você estiver acariciando-os rangendo os dentes. Esta é a forma de um coelho ronronando. Mas ranger os dentes também pode significar desconforto ou dor. O som devido à dor é geralmente mais alto e mais frequente do que quando é produzido devido à alegria. Você poderá ver a diferença observando outros comportamentos, ao lado do ranger de dentes. Por exemplo, se o coelho está deitado com os pés esticados, de maneira relaxada, está mostrando alegria. Mas se o coelho está curvado e tenso, e não mostra interesse em se mexer ou comer, ou mostra agressão, significa dor.

Coelhos em geral, apenas gritam com a morte ou com dor extrema. Solicite assistência veterinária imediatamente se isso acontecer.

Um coelho bravo pode deliberadamente chutar com os pés. Em um ambiente selvagem, isso se traduz em chutar sujeira na face do outro animal. Espere obter essa "sujeira imaginária" após uma sessão de corte de unhas.

Esfregar é a maneira de um coelho dizer: “É meu!” Quando ele esfrega o queixo, onde tem glândulas de aroma especiais, está marcando seu território.

Cheirando e empurrando

Coelhos exploram seu ambiente através da inalação e empurrando. Um empurrão também pode indicar um nível de autoritarismo. Seu coelho pode estar dizendo: "Você está a caminho." Eles também podem estar tentando chamar sua atenção, porque você está ignorando.

Cavar as pernas ou os pés é outra maneira de os coelhos tentarem chamar sua atenção.

Coelhos costumam beliscar, a fim de obter atenção. Nesse caso, eles não querem causar danos. Para desencorajar esse comportamento, grite (como se doesse muito) toda vez que isso acontecer. As pitadas se tornarão mais suaves e menos frequentes e, eventualmente, o comportamento será completamente descontinuado.

Às vezes, coelhos beliscam agressivamente. Talvez você tenha colocado a mão no espaço do seu coelho. O comportamento agressivo pode ser reduzido castrando ou castrando seu coelho.

Coelhos atacam com as patas traseiras quando sentem perigo. Serve como um sinal de aviso para outras pessoas na área.

Agressão Coelho

Coelhos agressivos podem ser assustador. Esses animais mordem com força, chutam com força e se movem rapidamente> se sentem intimidados. Portanto, antes de abordar um coelho que mostra agressão, você deve entender os seguintes princípios:

1) Coelhos não nascem maus.

Noventa e nove por cento dos coelhos agressivos têm um problema comportamental, não genético. O comportamento pode ser alterado, então dê uma chance ao seu coelho> esterilização .

Há muito pouca chance de ter um coelho calmo após os 4 meses de idade, se não forem esterilizados. Pense no adolescente humano. Seu coelho está crescendo, os hormônios estão no controle e seu coelho está mudando.

4) Você nunca deve bater em um coelho.

Algumas pessoas tentam «Ensinar» aos coelhos para não morder, batendo no nariz ou mesmo batendo nos jornais. Isso agravará o problema apenas dez vezes.. Suas mãos devem ser vistas apenas como uma fonte de afeto, NUNCA bata no seu coelho porque ele o morde. Ele nunca esquecerá, e isso fará as coisas muito pior.

Você precisa fazer seu coelho entender que o ambiente dele é seguro e que você está lá para ajudar. Se você aprender a não reagir quando ele pular ou atacar, isso ensinará seu coelho, "Ei, isso não funciona."Use um filho, acariciando seu coelho do alto da cabeça, lentamente.

Os coelhos são agressivos?

Se você estava pensando em adotar um coelho e já ouviu falar sobre a agressividade, convém recuar. No entanto, você pode ficar calmo, porque Coelhos não são agressivos como regra. Pelo contrário, eles são animais muito carinhosos e muito em forma como animais de estimação.

Além de sua Caráter tenro, eles são facilmente treináveis ​​e bastante limposBem, eles têm o hábito, como os gatos, de limpar várias áreas do corpo. Eles só precisam que você limpe a gaiola todos os dias e ofereça muitos mimos, o que parece ainda mais fácil do que ter um cachorro e um gato.

Por que a agressividade pode aparecer em coelhos

Então, se os coelhos têm um caráter amigável e terno, o que causa a temida agressividade neles? Uma das principais causas disso é o comportamento territorial.

Coelhos são animais territoriais, como no caso de cães e gatos. Portanto, quando tentamos invadir o que eles consideram seu território, comportamentos agressivos podem surgir. Portanto, enquanto o coelho está em sua gaiola, devemos respeitar seu espaço e não queremos forçá-lo a sair ou tocar em coisas como o alimentador ou a água.

As melhores gaiolas para coelhos e impedir que isso aconteça, são aqueles que Eles têm uma porta da frente que pode ser aberta e permite que o coelho saia apenas quando ele quiser. Se você tentar colocar sua mão em seu território, ou seja, em sua gaiola, provavelmente ele tentará atacá-lo. Para você ou outra pessoa para tentar.

Mais causas de agressividade em coelhos

Além do mencionado acima, existem outras causas principais por que a agressividade pode aparecer em coelhos. Estes são:

    Pouco contato com humanos. Todo animal adotado como animal de estimação deve ser socializado para que, no futuro, tenha um bom comportamento com outros animais e também com as pessoas. Se um coelho, desde que ele era pequeno, ele não teve>

O que fazer se o seu coelho for agressivo?

Depois de identificarmos as causas, você deve saber o que você pode fazer para que seu coelho se sinta menos agressivo. Estas são algumas das coisas que lhe dizem respeito:

  • Analise seu espaço. Um coelho, como qualquer outro animal de estimação, precisa de seu espaço, como dissemos antes: eles precisam de um lugar que considerem seu território. Isso deve estar em ótimas condições, tanto no espaço quanto no local e na temperatura. Certifique-se de que seu coelho se sinta confortável no local onde está e que ele tenha tudo o que precisa para se sentir em casa.
  • Esmagá-lo. Uma das principais razões para a agressividade são os desejos sexuais, portanto, se você castrar seu coelho, é muito provável que o problema termine.
  • Trate-o com amor. Se a agressão nasceu como resultado de abuso, existe apenas um antídoto: o amor. Fale com amor ao seu novo animal de estimação, faça carinho nele, trate-o com amor e você verá como, pouco a pouco, você ganha sua confiança.
  • Dê o seu espaço. Nós já sabemos que você adoraria arrebatar seu coelho o dia todo, mas, como você viu, ele não gosta de se sentir invadido, por isso é melhor que você dê a ele o espaço dele e deixe que ele seja o único que se aproxima de você quando estiver pronto .

Se você acha que seu coelho é agressivo, analise as causas e tente fazer sua parte para ajudá-lo com os conselhos que lhe damos. Se eles não funcionarem, vá ao veterinário para determinar outras causas, que podem ser mais graves.

A natureza do coelho selvagem

O coelho que temos atualmente como animal de estimação é descendente do coelho comum ou coelho europeu, Oryctolagus cuniculuse não foi domado até o século XVI d.C.

Tanto a anatomia do coelho quanto sua fisiologia são projetadas para evitar predação, porque o coelho está no início da cadeia alimentar, depois dos produtores ou plantas primários. As áreas do seu cérebro destinadas à percepção de cheiros, sons e imagens são altamente desenvolvidas: seus olhos e seus ouvidos são colocados em ambos os lados da cabeça, para poder atencioso ao redor enquanto pratica outros comportamentos, como alimentos.

Seu cheiro é tão desenvolvido que compete com o do cachorro; além disso, eles passam a maior parte do tempo farejando o ar para detectar odores. Eles também têm um órgão vomeronasal que serve para detectar feromônios e, assim, detectar seus pares e parentes. Isso é muito importante se tivermos duas ninhadas de coelhos com mães diferentes, porque, se os juntarmos, pode ocorrer infanticídio, um tipo muito comum de agressividade fatal entre coelhos.

As pernas fortes Os coelhos estão preparados para ajudá-los a escapar rapidamente, se necessário, ou a lutar e estabelecer a hierarquia dentro do grupo. As fêmeas adultas tendem a ser mais territoriais e agressivas com seus pares.

Ele comportamento agressivo Foi amplamente estudado entre coelhos europeus selvagens. Existe uma hierarquia de dominação entre mulheres e, separadamente, entre homens. Quando a hierarquia de dominância é estabelecida, especialmente na primavera, no início da época de procriação, as brigas são muito intensas. No entanto, durante a estação de reprodução ou calor, sua intensidade diminui. Após o parto, ficam perto de suas tocas e são intolerantes com outros coelhos. Segundo alguns estudos, a distância média entre dois coelhos selvagens em um grande recinto seminatural é de 20,7 metros.

Coelhos bem posicionados na hierarquia de seu grupo são mais frutíferos, pois apresentam níveis mais baixos de estresse. O sistema imunológico dos coelhos está intimamente relacionado à posição social.

Na natureza, coelhos selvagens podem ser solitário ou gregário, cooperar ou não na vigilância do grupo, viver na superfície ou no solo, eles também podem selecionar uma área aberta para morar ou mais espessa. Portanto, um coelho selvagem pode mudar seu comportamento de acordo com o risco de predação e, se assim o desejarem, escolha um novo habitat para viver.

Além disso, a dispersão ou abandono do grupo por recém-nascidos é um evento natural em grupos de coelhos. Metade do coelhos eles deixarão o grupo quando atingirem os cinco meses de idade.

Como apresentar dois coelhos?

Idealmente, é melhor introduzir dois coelhos do que ainda não atingiram a maturidade sexual, uma vez que a maioria dos problemas comportamentais relacionados à agressão aparece logo após a puberdade.

Existem vários métodos para apresentar, pela primeira vez, dois coelhos. Neste artigo, apresentamos o método mais seguro e menos estressante tanto para coelhos quanto para humanos que experimentam a situação.

Iniciaremos este procedimento em um quarto neutro, onde os coelhos nunca estiveram antes, colocaremos as duas gaiolas, uma ao lado da outra. Desta forma, pouco a pouco, os coelhos conhecem seus respectivos cheiros. Depois de alguns dias, começaremos a trocar os coelhos em suas gaiolas, para que cada um deixe seu cheiro na gaiola do outro.

Quando tivermos feito isso várias vezes e nenhum sintoma de estresse for mostrado, começaremos a deixe os coelhos fora de suas jaulas, primeiro e depois o outro. Depois de vários dias, podemos abrir as gaiolas e deixar os coelhos interagirem livremente. É importante levar em consideração o tamanho da sala ou do recinto, porque, se não for grande o suficiente, os animais podem ficar estressados ​​por não terem uma rota de fuga.

Além disso, neste momento, devemos separar as gaiolas e que eles estão em um lugar na sala. Se cada gaiola tiver dois orifícios, uma entrada e uma saída, impediremos que um coelho encurrale o outro. Embora os dois coelhos sejam do sexo masculino, um dos comportamentos que podemos observar é que eles montam, embora ainda não sejam adultos. Isso serve para marcar a hierarquia, praticar comportamentos adultos ou brincar.

Nós devemos observe o comportamento cuidadosamente de ambos os coelhos e deixá-los resolver a hierarquia entre si, interrompendo o processo se um deles se tornar excessivamente agressivo e um dos coelhos morde e ataca o outro.

É importante lembrar que todos os processos de apresentação dos animais devem ser realizados gradualmente, sempre sem forçar os animais e saber que demoram muito tempo.

Não é aconselhável ter coelhos em pares, do mesmo sexo ou sexo diferente, na mesma gaiola. Se os coelhos forem adultos sem esterilização, devemos adiar a apresentação até um mês após a esterilização de ambos os indivíduos. Se não levarmos esse fato em consideração, será muito difícil ou impossível reuni-los mais tarde, especialmente se queremos ter coelhos machos juntos.

Coelhos como animais de estimação

Estamos falando de coelhos aqui como animais de estimação. Como os coelhos na natureza geralmente são tímidos demais para se aproximar dos humanos, é muito improvável que você encontre um coelho selvagem agressivo. Os coelhos precisam de espaço para correr para se exercitar, mas também devem ser felizes o suficiente para viver em uma gaiola quando não são supervisionados. Coelhos também são geralmente grandes animais de estimação para crianças. Embora possam proporcionar uma pitada desagradável, agressiva ou não, é improvável que causem danos.

Ao dizer isso, não é permitido que crianças muito pequenas fiquem perto de coelhos. As crianças pequenas nunca devem ser deixadas perto de coelhos sem supervisão. Isso é pelo bem do coelho, tanto quanto a criança. Embora muitas vezes não sejam intencionais, as crianças podem perturbar os coelhos se não forem manuseados corretamente. Isso pode levar a um comportamento agressivo em um coelho.

Os coelhos são inteligentes e a maioria será relativamente dócil, especialmente se forem educados e treinados desde tenra idade. Eles também são crepusculares. Isso significa que eles são mais ativos durante o nascer e o pôr do sol. Eles podem adormecer durante o dia, mas geralmente dormem à noite. Isso pode torná-los bons animais de estimação, pois significa que seus proprietários compartilham muito tempo juntos.

Um fato sobre coelhos relacionados à agressão é o fato de que dentes e garras Eles nunca param de crescer. Se o seu coelho não tiver os devidos cuidados e acesso a materiais para afiar os dentes, ele não só se tornará agressivo, mas também poderá causar feridas desagradáveis ​​se morder.

O que causa agressão em coelhos?

O cuidado de coelhos É como qualquer outro animal de estimação, mesmo quando você pensa que está fazendo a coisa certa, pode acabar antagonizando a criatura. Conhecer as causas da agressão em coelhos, juntamente com uma dose rigorosa de tempo e paciência, ajudará a acalmar o coelho. Isso melhorará a qualidade de vida do animal de estimação e do proprietário, promovendo um relacionamento amoroso que será apreciado mutuamente. Aqui estão algumas causas gerais para os coelhos se tornarem agressivos:

    Nenhum contato humano : Alguns coelhos podem não ter tido> Tratar agressão em coelhos.

Coelhos não nascem agressivos. Mesmo sendo selvagens, são quase sempre mais defensivos do que antagônicos. Mesmo que eles estejam carregando e beliscar nos tornozelos, é mais comum ocorrer uma alteração hormonal ou ambiental. Coelhos têm padrões de comportamento cíclicos, o que significa que repetem certas ações. Quanto mais você aprende esses maus comportamentos, mais difícil será reduzir atitudes agressivas.

A boa notícia é que, de fato, eles podem mudar de padrões agressivos , mas quanto mais cedo você resolver o problema, melhor. Assim como acolher qualquer animal de estimação em sua família, é muito importante fazer sua pesquisa primeiro. Alguns desses métodos para lidar com coelhos agressivos serão mais bem executados como medidas preventivas, em vez de esperar até que ocorra um problema.

É importante lembrar que o comportamento agressivo do seu coelho não mudará por si próprio. A responsabilidade recai sobre o proprietário do animal de estimação para resolver esses problemas. problemas comportamentais e devolva-o ao seu estado feliz.

Castrando ou neutralizando seu coelho

O primeiro método para curar coelhos agressivos É aquele que deve ser padrão para o cuidado de animais de estimação de coelhos (a menos que você seja um criador, é claro). O comportamento territorial do coelho é um sintoma comum de frustração sexual e pode morder quando se sente ameaçado. Seus hormônios podem fazer com que eles se comportem de uma maneira que você pode achar surpreendente. Eles podem até rosnar e tentar atacar você.

A esterilização (para coelhos fêmeas) e a castração (para coelhos machos) é seu primeiro ponto de escala se um coelho entrar maturidade sexual . Ambas são uma operação simples de rotina que remove todos ou alguns dos órgãos reprodutivos sexuais. Embora isso possa parecer cruel na superfície, são funções necessárias para viver na natureza. Com animais domesticados, eles não precisarão dessas funções e apenas levarão a comportamentos problemáticos, como agressão.

Existem outros aspectos positivos para esterilizar ou castrar seu coelho . Pode aumentar sua vida útil, o que significa que você e seu coelho podem ter uma vida mais longa e feliz juntos. A neutralização também reduz o risco de certas doenças, como o câncer de ovário. Pode tornar os machos mais confiantes com outros coelhos, o que promove a interação social com outros coelhos.

Acariciando seu coelho corretamente

Enquanto discutimos o relacionamento às vezes problemático que os coelhos têm com seus donos, um coelho feliz gosta de ser acariciado e cuidado por você. Are criaturas sociais e eles podem se tornar muito amorosos nas circunstâncias certas.

Se o comportamento agressivo do seu coelho é porque ele é acariciou incorretamente, você precisará repensar como faz isso. Um dos momentos mais tensos para um coelho é quando você abre a gaiola ou a porta da cabine para interagir com eles. Se você não fizer isso corretamente, poderá acabar assustando a criatura. Aqui estão alguns passos a seguir:

  • Use mangas compridas Para proteger os braços dele.
  • Ao abrir a porta, não coloque a mão imediatamente, mas espere um minuto para que o coelho reconheça sua presença.
  • Estenda a mão devagar, certificando-se de que está levemente à direita ou esquerda do coelho, para que você saiba que está aproximando . Não faça tão devagar que isso deixará o coelho tenso.
  • Toque delicadamente o coelho (não o bata) na parte superior da cabeça e remova a mão.
  • Repita isso algumas vezes para que o coelho saiba que você não o está atacando.
  • Depois de alguns toques assim, coloque a mão na frente do coelho.
  • Se o coelho não atacar, comece a acariciá-lo normalmente.

É provável que você faça algumas tentativas se o seu coelho for particularmente agressivo. Ele pode até tentar mordê-lo, portanto, tenha tempo e paciência ao seu lado. Pode não acontecer da primeira vez, mas se você considerar os outros fatores neste artigo e demorar algum tempo, deverá ver os resultados. Também é importante acaricie seu coelho desde cima.

Mantenha os odores afastados.

Mesmo se mantivermos uma boa higiene Muitas vezes há em nossas mãos odores que não conseguimos registrar, mas o nariz sensível não aguenta. Este é particularmente o caso quando se trata de outros animais. Se você tem outros animais de estimação ou esteve perto de outro animal, seu coelho pode pensar que está em perigo. Este é particularmente o caso se o animal for um predador de coelho.

Nem todos os coelhos terão problemas com esses odores, mas se o seu coelho é agressivo e você não consegue entender o porquê, é uma possibilidade. Certifique-se de limpar bem as mãos entre acariciar outro animal e acariciar seu coelho.

Coelhos também não gostam deles odores fortes , portanto, se você estiver propenso a usar perfume ou colônia picante, considere usar menos ao interagir com seu coelho. Se houver algo perto da gaiola ou gaiola de coelho que emita um cheiro forte, você também deve considerar isso. Talvez você tenha um churrasco ou poço de compostagem por perto. Você deve mudar seu coelho para uma área que seja mais flexível.

Mantenha boa companhia

Se o seu coelho é agressivo por causa de outro coelho, deve ser relativamente óbvio. Eles vão atacar um ao outro, vai rosnar mais frequentemente e geralmente estarão em extremos opostos de uma gaiola. Se um ou outro dos coelhos não tiver sido castrado, isso ajudará a acalmá-los. Se eles foram esterilizados, certifique-se de reservar um tempo e ser paciente.

Dois coelhos que vivem juntos costumam demorar um pouco para se acostumar. Animais como coelhos têm uma ordem social, então alguém quer ser dominante . Se você tem um coelho feminino e um macho juntos, então o macho pode parecer dominante, especialmente com montagem repetida. No entanto, não é incomum as mulheres exercerem seu próprio domínio. Sua tolerância a certos comportamentos masculinos nem sempre dura para sempre.

Dois homens juntos são menos propensos a se dar bem. Isto é, a menos que sejam da mesma ninhada e tenham sido criados juntos. Mantenha os pães longe do mesma ninhada É ideal, pois eles amadurecerão juntos e terão uma união natural. Caso contrário, é provável que dois homens sejam agressivos um com o outro, a menos que um seja capaz de manter o domínio. Se você tem dois coelhos machos que não são castrados e não relacionados, é muito improvável que se dêem bem. Você deve considerar gaiolas separadas.

Ao dizer isso, você também deve garantir que o comportamento do seu coelho seja uma agressão genuína. Alguns coelhos estarão em um processo de vínculo que envolve uma certa quantidade de comportamento movimentado. Isso pode incluir alguns grunhidos e mordidas, mas essa é uma parte importante da união. Você terá que detectar se eles estão jogando, atracando ou lutando . Sinais de fogo seguro são ataques constantes, perda de pêlos e até sangue.

Leve o seu coelho ao veterinário

Se você verificou todas as possíveis causas de agressão em seu coelho, mas ainda está perdido, leve-o para veterinário . Os coelhos têm algumas necessidades específicas, por isso é necessário um veterinário com experiência em coelhos. Eles serão capazes de verificar os dentes e garras de seus coelhos, bem como diagnosticar qualquer outra condição subjacente que possa estar causando agressão em seus coelhos. Eles também poderão aconselhar sobre uma neutralização, se necessário.

Se agora você sabe por que seu coelho é agressivo e tratou essas causas, você ainda precisará manter um alto nível de cuidados com o coelho. Felizmente, esta é uma tarefa fácil e agradável. Enquanto você toma cuidado para não agravar o coelho, também precisará dar muito amor a ele. Molhe-os frequentemente e dê-lhes mimos e atenção quando necessário, paz quando necessário.

Socialização do coelho para entender o comportamento natural

A socialização correta em coelhos domésticos dependerá de nossa capacidade de entender seu comportamento natural e herdado de seus ancestrais selvagens. Diante desse fato, impediremos o aparecimento de problemas comportamentais, incluindo agressividade, seja em relação a seus pares, outros animais de estimação ou humanos. Para isso, mostramos várias dicas:

  • A gaiola deve ser suficiente amplo e seguro.
  • Deveria esterilizar coelhos antes de atingirem a maturidade sexual, isso reduzirá a probabilidade de um coelho morder outro. Além disso, também impediremos que eles marquem o território, outros animais de estimação ou nós com urina.
  • Devemos dar a cada coelho uma espaço Grande o suficiente para você realizar todos os seus comportamentos naturais e se exercitar várias horas por dia para se manter saudável.
  • É ideal ter mais de um coelho e poder se relacionar, sempre tendo feito um apresentação correta.
  • Todos os cômodos da casa onde o coelho pode andar livremente devem ser supervisionado e esteja preparado para que o coelho tenha certeza. Por exemplo, não deixe os cabos ao alcance e podem ser eletrocutados.
  • Dê aos nossos coelhos brinquedos para que eles possam roer e um lugar para cavar.
  • Todos os membros da família devem aprender a segurar um coelho, porque se eles fizerem errado, o coelho pode partir a espinha. Eles nunca devem ser segurados pelos ouvidos.
  • O manuseio diário é importante se queremos que nossos coelhos se sintam confortáveis ​​conosco, sempre com bom comportamento positivo e gratificante.
  • Sempre use o reforço positivo, nunca bata ou castigue o coelho.

O agressividade entre coelhos Nunca deve ser descartado, muito menos se aparecer de repente. Portanto, se observarmos que nosso coelho é agressivo com outros coelhos, devemos observar seu comportamento e analisar se estamos oferecendo a eles os cuidados necessários para o seu bem-estar.

Qualquer mudança de comportamento em nossos animais de estimação pode ser um sintoma de estresse ou dor. Se dois coelhos que sempre se deram bem começam a atacar, é hora de visitar o veterinário, é o que melhor pode ajudá-lo a descobrir o problema.

Como sempre, devemos levar em conta a natureza das espécies. Por exemplo, os coelhos se tornam agressivos quando chega a hora de se reproduzir, pois na natureza eles devem competir com outras fêmeas pelo melhor local de nidificação.

Se não esterilizarmos os coelhos que temos como animais de estimação, é mais provável que comportamentos agressivos apareçam e que, finalmente, devemos separar drasticamente os coelhos. A melhor coisa é que antes de adotar Para um coelho, você deve se informar devidamente sobre sua etologia e necessidades físicas, evitando assim problemas futuros.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Por que meu coelho é agressivo com outros coelhos?, recomendamos que você entre na seção Problemas de comportamento.

Pin
Send
Share
Send
Send